Mercado entre lusco-e-fusco: lançamento do pré-projeto

A continuação apresentamos o primeiro esboço do projeto Mercado entre lusco-e-fusco, ideado por Andaime e coorganizado com a cooperativa Eirado.  Este projeto foi apresentado a diversas entidades e produtores/as e está em processo de desenvolvimento. Podes seguir as novidades sobre este projeto neste blogue.

A ideia | Mercado entre lusco-e-fusco

Esta proposta consiste na organização de um mercado de serão de produtos locais, ecológicos e/ou de comércio justo em Santiago de Compostela. A ideia nasceu da necessidade de oferecer uma alternativa real para as pessoas que tenhem horário de oficina, que estudam de manhã ou que simplesmente não podem acudir aos mercados locais compostelãos nos seus horários de negócio.

O que se pretende é oferecer um espaço onde poder comprar alimentos básicos, como produtos de horta, hortaliças, legumes e fruitas, que sejam locais e de qualidade a aquelas pessoas que por diversas causas tenham que recorrer aos supermercados ou às grandes superfícies. A potenciação da economia local desde o ponto de vista do consumo é outro dos eixos fundamentais deste projeto. Tampouco podemos esquecer o demonstradoatrativo turístico que este tipo de atividades tenhem e que tanto favorecem os pequenos comércios da nossa cidade.

De forma paralela, integraram-se no mercado atividades de divulgação do consumo responsável (obradoiros, palestras, etc.) e mesmo se realizarão mercados de troco e outras iniciativas semelhantes que ajudem a dinamizar e sensibilizar a um tempo.

O desenvolvimento | Mercado entre lusco-e-fusco

Contamos com o apoio e a experiência de produtores e produtorasdispostos/as a participarem nestes mercados, que pensamos deveriam ser semanais para que realmente se convertam numa alternativa de consumo aos supermercados e grandes superfícies. A continuação, pensamos que a zona velha de Compostela seria o lugar idóneo para dar visibilidade aos mercados e atividades que se desenvolvam, fazendo-os visíveis tanto para os vizinhos e vizinhas como para visitantes ocasionais.

O papel de Andaime é o da coordenação geral, Eirado coorganiza e contacta com os produtores e produtoras e esperamos que o Concello de Santiago de Compostela se una na promoção e desenvolvimento do mesmo.

Os demais detalhes definem-se conjuntamente com os distintos grupos implicados, especialmente com as pessoas produtoras que participem no mesmo.